Ditados e provérbios

Ditados e provérbios (2)

O uso de ditados e provérbios para descrever ou exemplificar situações é comum em todos os idiomas. Por isso, conhecer e aplicar os ditados e provérbios mais comuns em inglês, tal qual o falante nativo o faz, significa interagir no idioma com mais naturalidade. Além disso, dominá-los contribui para melhor compreensão de diálogos e textos.
Confira neste post alguns dos principais ditados e provérbios dos dois idiomas. Como você verá, nem sempre existe equivalência literal entre o português e o inglês.

Haste makes waste.
A pressa é inimiga da perfeição.

Looks can be deceiving.
As aparências enganam.

Every dark cloud has a silver lining.
Há males que vem para bem.

Kill two birds with one stone.
Matar dois coelhos com uma cajadada só.

All that glitters is not gold.
Nem tudo o que brilha/reluz é ouro.

Referência: How do you say … in English? – José Roberto A. Igreja, Disal Editora. Clique aqui para ler a resenha.

Ditados e provérbios

Ditados e provérbios (1)

O uso de ditados e provérbios para descrever ou exemplificar situações é comum em todos os idiomas. Por isso, conhecer e aplicar os ditados e provérbios mais comuns em inglês, tal qual o falante nativo o faz, significa interagir no idioma com mais naturalidade. Além disso, dominá-los contribui para melhor compreensão de diálogos e textos.

Confira neste post alguns dos principais ditados e provérbios dos dois idiomas. Como você verá, nem sempre existe equivalência literal entre o português e o inglês.

A word to the wise is enough.
Para bom entendedor, meia palavra basta.

Two wrongs don’t make a right.
Um erro não conserta o outro.

A bird in the hand is worth two in the bush.
Mais vale um pássaro na mão do que dois voando.

The early bird catches the worm. / The early bird gets the worm.
Deus ajuda a quem cedo madruga.

Don’t bite the hand that feeds you.
Não cuspa no prato em que come.

Referência: How do you say … in English? – José Roberto A. Igreja, Disal Editora. Clique aqui para ler a resenha.